Nunca fui pessoa de ser seduzida por marcas de luxo ou requintadas - minto! Corrigo, se me for permitido, reformulo -sou seduzida, mas nunca desejei incansavelmente possuir determinada peça ou objeto de luxo; mas à medida que me envolvo cada vez mais neste mundo da moda, dos blogues dou por mim a ter pensamentos como estes "mais vale pouco mas bom", "150 euros por calçado de qualidade é perfeitamente aceitável" (...)

Isto tudo para vos dizer que, estou seriamente a mudar os meus gostos e com isso, tenho medo que as pessoas que me conheceram e conhecem, que julguem que estou a tornar-me uma pessoa fútil, pois prefiro despender 50 euros numa blusa da Massimu Dutti do que 50 euros em cinco blusas da primark - afinal de contas, gasta-se o mesmo, mas a qualidade e quantidade no roupeiro de cada uma será certamente diferente. 

E o meu desejo consumista para o mês de Junho é adquirir umas sandálias da marca Guess. (sim, não poderei comprar mais nada até ao próximo mês, mas sei que vale a pena cada euro investido).


Umas sandálias super elegante com materiais de qualidade (couro e madeira), mas com um defeito, tacão fino (a calçada portuguesa não gosta deste tipo de salto).

Deste modo, solicito que a Guess adira à nova tendência dos saltos grossos, pois aumentam a estabilidade e fazem frente aos paralelos da minha linda cidade.


artigo publicitário.