Desde que a minha relação terminou muitas são as pessoas infelizes que pensam e dizem, mas mais valia estarem caladas, que possuo uma extrema inveja dos casais (semi) apaixonados. Sinceramente, eu não sinto inveja, sinto pena que o vosso amor tão grandioso e maravilhoso (que tanto precisam de mostrar nas redes sociais) não vos chegue e que se preocupem comigo e com essa minha falta de amor, mas obrigada, é sempre bom saber que há pessoas que se preocupam com o nosso bem estar (ironia) e como não gosto que se preocupem (tanto) comigo, achei por bem conceder-vos um pouco do meu pouco tempo para vos afirmar que: 

nunca estive tão bem comigo própria. Que por vezes ter tempo para investirmos em todas as áreas da nossa vida é maravilhoso e eu não sabia o que isso era. Sim, o amor é belo, mas apenas quando ele realmente existe, caso contrário passo bem sem ele. Lamento informar-vos que tenho coragem para viver sem um homem, de pensar só em mim e nos meus sonhos. E porque mais vale sozinha do que mal amada.
Em suma, não se preocupem com a minha falta de amor e de um homem até porque tenho a meu lado o melhor homem do mundo, o meu sobrinho. E sim, por enquanto é-me suficiente, amanhã não sei.

fotografia revista capricho

5 comentários

  1. Li este post ontem, antes de deitar, pelo telemóvel. Não consegui comentar mas não podia de o deixar de fazer hoje! "Benditas" estas tuas palavras, que tanta gente precisava de ler. Adoro a forma como te expressaste e a força das tuas palavras. Já passei por isso, agora tenho o M., mas senti exactamente o mesmo que tu nos fazes transmitir com este post. E tens toda (mas toda, mesmo!) a razão quando afirmas: mais vale só que mal acompanh[(ama)da]! E que te dediques a tudo de bom que te rodeia e faz parte do teu dia-a-dia. A este blog, o teu cantinho que já é tão bom e que tanto gosto, por exemplo!

    Um beijinho, Sara ♥
    Little Tiny Pieces of Me

    ResponderEliminar
  2. Ouvi dizer, há tempos, que a dor de cotovelo se cura com nívea. Aquele cremezinho, cujas embalagens são azuis, marca que até merece balões enormes na praia e tem umas modelos engraçaditas. Bem, como estava a dizer, ouvi dizer que se cura com nívea. Não posso dizer se funciona ou não, nunca precisei, mas é experimentar, sim? Se não der, é atacar logo com creme gordo, boa?

    Escrevi isto em 2010. Mas continua muito actualizado! :')
    Já passei por isso, e foi das melhores fases da minha vida. Conhecemo-nos melhor, interiorizamos o que realmente importa, libertamo-nos de peso desnecessário. Faz parte da vida, e eu acredito que merecemos sempre o melhor.
    Há pessoas que se contentam é com pouco :P

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  3. o quanto concordo com o que disseste "mais vale sozinha do que mal amada"..

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.