Já chegou a casa, eu sei. As mensagens e os telefonemas pararam e quando isso se sucede é porque ele se encontra em casa, na outra casa, na casa que não é nossa, na casa que é dele e dela. Em que ela o recebe na esperança que ele hoje diga que a ama, que eu já não existo e que as novas juras e promessas serão agora seladas e jamais quebradas. 
Lamento, não vai acontecer. Não da forma que ela deseja e espera que seja. Eu existo e ela sabe o quanto é fácil apaixonar-se por ele e eu 
APAIXONEI-ME, DESCULPA! 

(...) Já saiu de casa, eu sei. As mensagens e os telefonemas começaram e quando isso se sucede é porque vem ter comigo...

3 comentários

  1. Como eu entendo este teu post..... Quantas não estarão a passar pelo mesmo?

    Baci*

    ResponderEliminar
  2. Como eu entendo este teu post..... Quantas não estarão a passar pelo mesmo?

    Baci*

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.