Ao contrário de Paris, não foram necessários três anos para planear esta viagem, felizmente, no entanto, este "bichinho" nasceu em meados do início do ano de 2017, mas quando observei os preços em Fevereiro e Maio, pensei que tivesse que adiar, pois tanto a rynair como a easyjet estavam a cobrar quase 130€ apenas ida. Em Julho, já com casa alugada e paga no Algarve, apareceu a dita oportunidade e não dei mais que 24h para o meu namorado pensar na decisão a tomarmos, se bem que a decisão estava mais que tomada (quem me conhece sabe o quanto sou teimosa e ambiciosa e que quando quero algo, isso tem de acontecer). E pronto, aqui estou eu a partilhar convosco os maravilhosos 6 dias que desfrutámos ao máximo e tranquilamente na Ilha de São Miguel, Açores. 



Informações Importantes

Alojamento - Pela milésima vez, a escolha foi feita através do Airbnb, um portal de alojamento para férias. Ficámos num apartamento fantástico perto do centro de Ponta Delgada, mas com vista para o campo e respetivas vaquinhas. Não podíamos ter feito uma escolha melhor. Para quem estiver interessado, é o Azores4You Apartment.

Bilhetes - Ao contrário dos destinos que foram publicados anteriormente, na Ilha de São Miguel - Açores, são poucos os locais que necessitam de adquirir bilhete, visto que se trata maioritariamente de paisagens naturais. A maioria das filas de entrada não ultrapassam por norma os 5 minutos de espera.

Transportes - Existem poucos autocarros, portanto alugar um carro é requisito obrigatório. A nossa escolha foi a ANC RENT-A-CAR. Existem veículos desde 24,99€, mas isso irá depender das vossas necessidades/pessoas a bordo. Oferecem transporte do aeroporto para as instalações e vice-versa. Contudo, alerto para o facto que para realizarem o check out, devem deslocar-se às instalações com 1h de antecedência. 

Lembranças - O melhor local para comprar os presentes para a familia e amigos é na Maviripa, situada no centro comercial Solmar Avenida Center (centro de Ponta Delgada, perto da Marina).

Mapa - Como já a vem a ser hábito, eis que partilho convosco o mapa que criei no google maps que vos dá a localização de quase todos os sítios onde estive.


O que visitar

Lagoas

Lagoa do Fogo - A Lagoa do Fogo é uma das maiores lagoas dos Açores e a segunda maior da Ilha de São Miguel. Esta lagoa, é também a mais alta da Ilha de São Miguel, facto que se deve a se encontrar no cimo de uma montanha cujo ponto mais alto se eleva a 949 metros. Localiza-se no topo do grande vulcão do Fogo, também conhecido como vulcão de Água de Pau.


Lagoa do Congro - A Lagoa do Congro é uma lagoa localizada na área central da maior ilha do arquipélago dos Açores, a Ilha de São Miguel. A lagoa está localizada a poucos quilómetros da Vila Franca do Campo. Esta lagoa ocupa uma cratera de explosão do tipo "maar", resultado de uma erupção freática, situada numa das mais activas falhas geológicas da ilha de São Miguel. A particularidade desta cratera de explosão formada há cerca de 3.900 anos reside no facto de ter origem em explosões freatomagmaticas em que houve contacto do magma em ascensão com níveis freáticos existentes nas formações subjacentes.

Lagoa do Canário - A Lagoa do Canário é uma lagoa localizada na freguesia de Sete Cidades e está relacionada com a formação vulcânica do Maciço das Sete Cidades.


Lagoa das Sete Cidades - A Lagoa das Sete Cidades, situada na freguesia de Sete Cidades, é o maior lago de água doce dos Açores, situado nas crateras vulcânicas que formam a Ilha, sendo constituído por duas lagoas (a Lagoa Verde e a Lagoa Azul).
A Lagoa, cuja profundidade máxima atinge os 33 metros, e o comprimento máximo de 4,2 quilómetros, está rodeada de verdejantes campos de cultivo, emoldurada por belíssimas encostas escarpadas que lhe conferem um ambiente bucólico e idílico sem igual.

Lagoa das Furnas - A Lagoa das Furnas situa-se na localidade das Furnas, município da Vila da Povoação e está relacionada com a formação vulcânica das Furnas. Encontra-se a uma cota de altitude que ronda os 600 metros.
Nas margens desta lagoa encontra-se uma das mais curiosas capelas da ilha de São Miguel dedicada a Nossa Senhora das Vitórias, a Capela de Nossa Senhora das Vitórias.

Miradouros

Miradouro da Vista do Rei - O miradouro da Vista do Rei, visitado pelo rei D. Carlos e a rainha D. Amélia a 06 de julho de 1901, durante a visita régia à ilha de São Miguel, é um local de paragem obrigatória para os turistas que visitam a ilha, dado que proporciona uma vista sobre a lagoa das Sete Cidades.


Miradouro das Pedras Negras - O Miradouro das Pedras Negras possui vista para a Tromba do Elefante e é um dos mais incomuns da ilha. Tem este nome por causa da forma da falésia que parece com uma cabeça de elefante com a tromba e as orelhas.

Miradouro da Grota do Inferno - O Miradouro da Grota do Inferno é um miradouro localizado na freguesia das Sete Cidades. Este miradouro apresenta-se dentro do espaço da Zona de Paisagem Protegida das Sete Cidades e tem uma das mais espantosas paisagens da ilha de São Miguel, facto que lhe advêm da altitude (cerca de 1000 metros) a que se encontra, no cimo de uma elevação sobranceira à Caldeira das Sete Cidades. Daqui é possível ver a Lagoa do Canário, a Lagoa das Sete Cidades, a Lagoa Rasa e parte do Povoado das Sete Cidades além de parte da Serra Devassa. Este miradouro encontra-se envolvido por uma paisagem selvagem e natural onde os endemismos característicos das florestas da Macaronésia são uma constante.


Miradouro do Pico do Ferro - O Miradouro do Pico do Ferro é um mirante português localizado na freguesia das Furnas, concelho da Povoação. Este mirante encontra-se a uma cota de altitude que ronda os 570 metros, na elevação do Pico do Ferro. Oferece uma imensa vista sobre a vasta cratera vulcânica do Vale das Furnas, a Lagoa das Furnas destaca-se à direita do miradouro e o vale abra-se à esquerda.

Miradouro da Ponta do Sossego/Ponta da Madrugada - O Miradouro da Ponta do Sossego, situado na Lomba da Pedreira, oferece uma vista soberba sobre a costa, mas aqui o paraíso são mesmo os jardins. A diversidade de flores e de canteiros, sempre muito cuidados durante todo o ano, fazem deste local o maior jardim do concelho do Nordeste. A vista sobre o mar é igualmente soberba, podendo daqui avistar-se a Fajã do Araújo e a Praia do Lombo Gordo.
No Miradouro da Ponta do Sossego é tradição as famílias reunirem-se para um piquenique de fim-de-semana ao ar livre. A afluência de visitantes ao Miradouro da Ponta do Sossego é de tal ordem no Verão que por vezes se torna difícil encontrar uma churrasqueira disponível entre as várias que existem no local.


Parques e Piscinas Naturais

Piscina Natural da Ponta da Ferraria - Junto ao mar, no extremo sudoeste da ilha de São Miguel, Açores, situa-se o lugar da Ferraria. Para além da sua beleza e interesse científico, o lugar da Ferraria tem outra grande riqueza: as suas duas nascentes de águas termais de origem vulcânica que aquecem as piscinas naturais da Ferraria. As qualidades terapêuticas das águas termais da Ferraria levaram a que esta se tornasse um local quase de culto.

Caldeira Velha - A Caldeira Velha localiza-se na encosta norte da Serra de Água de Pau, na periferia da Reserva Natural da Lagoa do Fogo, numa importante falha do Complexo Vulcânico do Fogo. É uma zona de vulcanismo secundário onde sobressai um campo fumarólico, associado a um sistema de nascentes termais que caem em cascata numa pequena represa de águas acastanhadas devido à grande abundância de ferro. Entrada: 2€


Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões - O Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões é uma área protegida açoriana, localizada ao longo de parte do curso de água da Ribeira dos Caldeirões, na freguesia da Achada, concelho do Nordeste, na ilha de São Miguel. Este parque natural localiza-se nos declives da Serra da Tronqueira e ocupa parte do curso da Ribeira do Guilherme, ribeira onde também se localiza o Jardim Botânico da Ribeira do Guilherme. É de destacar neste parque natural que se prolonga ao longo do curso da ribeira a existência de uma cascata que alimenta com água parte do parque. Neste parque encontram-se antigos moinhos de água, sendo que num deles se encontra um museu etnográfico. As casas dos moleiro foram transformadas em loja de artesanato e a turismo rural.


Parque Terra Nostra - O Parque Terra Nostra é um jardim botânico português localizado no Vale das Furnas, concelho da Povoação. Este parque encerra uma das maiores colecções do mundo de camélias, tendo mais de 600 genros diferente e também a maior colecção da Europa de Cicas. A fundação deste jardim botânico e do Tanque de Água Termal recua a 1780, quando o então Cônsul dos Estados Unidos na ilha de São Miguel, Thomas Hickling, mandou construir neste espaço a sua residência de Verão, então conhecida como Yankee Hall.
A nascente de água termal que alimenta o tanque, a uma temperatura entre os 35 e 40 graus celsius proporciona uma sensação de repouso e relaxamento como poucos sítios no Mundo.
A água, carregada de minerais essenciais, é uma das melhores formas de recuperar as energias e entrar em contato com a natureza mística que preenche o Parque Terra Nostra e o Vale das Furnas. Entrada: 8€


Poça da Dona Beija - Também conhecida como “Poça da Juventude”, “Água do Poço”, ou “Poça do Paraíso”, a emergência de água férrea, cristalina, da nascente atualmente conhecida como “Poça da Dona Beija” passou inicialmente despercebida no meio da diversidade de águas termais para banhos na freguesia. Localizada na zona das “Águas Quentes”, na margem de um pequeno braço da ribeira que forma a juzante a Ribeira dos Lameiros, a água quente brotava para o solo enriquecendo-o para a produção agrícola dos famosos “inhames de água quente das Furnas”. Entrada: 4€


Igrejas/Ermidas/Capelas

Igreja Matriz De São Sebastião - A Igreja Matriz de São Sebastião localiza-se freguesia de São Sebastião, na cidade e concelho de Ponta Delgada. A sua construção remonta a uma ermida sob a invocação de São Sebastião, padroeiro da cidade, erguida após uma grande peste que a assolou, conforme referido pelo cronista Gaspar Frutuoso nas Saudades da Terra. 

Igreja de São Nicolau - A Igreja de São Nicolau localiza-se no vale e freguesia das Sete Cidades. O templo foi mandado erigir em cumprimento de um voto feito em 1849 pelo coronel Nicolau Maria Raposo de Amaral (1770-1865) e sua esposa, Teresa Ermelinda Rebelo (1797-1895). Foi determinante para a escolha do local do templo uma nascente de água vizinha, o que fez com o templo ficasse relativamente isolado. Para facilitar-lhe o acesso, foi construída uma alameda de criptomérias, encabeçadas por duas hoje imponentes araucárias.

Ermida de Nossa Senhora da Paz - A Ermida de Nossa Senhora da Paz localiza-se no alto do Monte de Nossa Senhora da Paz, localiza-se no concelho de Vila Franca do Campo. Do seu local, descortina-se uma vista abrangente daquele trecho do litoral sul da ilha. Este templo construído em 1764 remonta a um templo mais primitivo, erguido possivelmente no século XVI, segundo a tradição no local onde um pastor terá encontrado uma imagem da Virgem numa gruta. O atual templo, erguido sobre o anterior, data do século XVIII.



Ermida da Mãe de Deus - A Ermida da Mãe de Deus localiza-se no alto da ladeira da Mãe de Deus, na freguesia de São Pedro, concelho de Ponta Delgada.  A primitiva ermida no Alto da Mãe de Deus foi erguida por iniciativa de Diogo Afonso da Costa Columbreiro, que ali perto tinha a sua residência. No contexto da Primeira Guerra Mundial, esse templo foi demolido em 1915, sob a alegação de que poderia servir de alvo aos submarinos alemães. Ao fim do conflito, as senhoras micaelenses formularam voto de a edificar de novo. Desse modo, a 25 de março de 1925 foi lançada a primeira pedra, no mesmo local do antigo templo.

Ermida de Nossa Senhora do Monte Santo - A Ermida de Nossa Senhora do Monte Santo é uma ermida localizada no chamado Pico da Figueira, na vila de Água de Pau, concelho da Lagoa, na ilha de São Miguel, nos Açores. A ermida assinala o local onde ocorreram as aparições de Nossa Senhora à menina Maria Joana Tavares do Canto, nascida em Água de Pau a 21 de agosto de 1910.


Capela Nossa Senhora das Vitórias - A Capela de Nossa Senhora das Vitórias localiza-se nas Furnas. É considerada como um dos mais ricos e originais templos do arquipélago. Foi mandada erguer por José do Canto, em consequência de um voto formulado por ocasião de uma doença grave de sua esposa.


Outros locais a visitar 

Plantação de Ananases Augusto Arruda - Inserida numa antiga quinta de laranjas, a Plantação de Ananases Augusto Arruda é reconhecida como um ponto de visita obrigatório na ilha de São Miguel. No início do século XX, o Dr. Augusto Arruda, figura ímpar da história dos Açores, grande impulsionador do Turismo nas ilhas, fundador, de entre outras empresas, da sociedade Terra-Nostra e da companhia aérea SATA, transformou uma antiga propriedade de família, na sua residência habitual e, também, numa das mais importantes plantações de ananases da ilha. Na primeira metade do século XX, a Plantação foi um dos maiores exportadores de ananases para todo o mundo.


Jardim Botânico António Borges - O Jardim António Borges é um parque público da cidade de Ponta Delgada, construído no estilo dos jardins românticos do século XIX. Sendo um parque municipal e palco de múltiplas actividades desportivas, lúdicas e culturais, é um dos maiores espaços verdes da cidade e um dos seus locais mais aprazíveis. Foi plantado na propriedade de António Borges da Câmara de Medeiros, um negociante e político açoriano interessado por Botânica, que importou para a ilha de São Miguel algumas centenas de espécies exóticas, transformando a sua propriedade num verdadeiro jardim botânico.


Portas da Cidade - As Portas de Ponta Delgada localizam-se na freguesia de São Sebastião (antiga Matriz), na cidade e concelho de Ponta Delgada. "Ex libris" da cidade, estas portas são um símbolo da primitiva defesa terrestre da cidade, na costa sudoeste da ilha. Foram erguidas em 1783, primitivamente abertas nos muros do setor este.

Fábrica de Chá Gorreana - A Fábrica de Chá Gorreana localiza-se no lugar de Gorreana, freguesia da Maia, concelho de Ribeira Grande. Alguns estudiosos sustentam que a Camellia sinensis, planta que está na origem do chá verde e do chá preto, foi introduzida nos Açores, nomeadamente em São Miguel, em 1750, transportada pelas naus que retornavam do Oriente. Descoberto pelos portugueses e trazido para a Europa à época dos Descobrimentos, o chá tornou-se moda entre a aristocracia europeia, sedenta de luxo e de exotismo. Ao longo da história da fábrica, o máximo alcançado foi de 42 toneladas.A Gorreana detém o título de mais antiga fábrica de chá da Europa, já que começou a produzi-lo em 1883.


Fumarolas da Lagoa das Furnas - As fumarolas estão situadas junto da lagoa das Furnas. Estas manifestações vulcânicas brotam águas ferventes resultado das erupções. Debaixo da terra foram criados buracos para se fazerem-se os tradicionais cozidos à Portuguesa onde depois pode saborear nos restaurantes da vila das Furnas. Entrada: 0,50€ p/pessoa + 0,25€ por cada 15 min de estacionamento.


Praia Areal de Santa Bárbara - Perto da localidade da Ribeira Grande, o Areal de Santa Bárbara é uma das mais extensas praias da região, com cerca de um quilómetro. Dotada de excelentes infraestruturas de apoio esta praia é uma excelente área de lazer, onde também é possível praticar diversos desportos como o surf e bodyboard.


Vila Rabo de Peixe - Não se sabendo ao certo a data ou como teria sido povoada esta localidade, aponta-se que por volta do século XV Rabo de Peixe, conjuntamente com a Ribeira Grande, constituía freguesia.
Esta localidade é assim chamada devido à semelhança que uma das suas pontas de terra tem com uma cauda de peixe, ou como diz Gaspar Frutuoso (cronista açoriano, século XVI), por em tempos ali ter sido encontrado o rabo de um grande peixe desconhecido.


Cidade Ribeira Grande - O centro da cidade da Ribeira Grande, sede de concelho, localiza-se na costa norte. Este é o concelho mais plano de toda a Ilha de São Miguel, aqui se encontrando, não obstante, o maciço vulcânico da Serra de Água de Pau, situando-se o ponto mais alto no Pico da Barrosa a 947 metros de altitude. 
Esta é uma região de grande legado natural e também arquitectónico, apresentando o centro urbano de Ribeira Grande uma graciosidade de grande encanto, com o seu típico casario, a sua herança gótica/manuelina e também monumentos como o bonito e típico edifício dos Paços do Concelho do século XVII, a fantástica Igreja do Espírito Santo, ou Igreja da Misericórdia ou do Senhor dos Passos, provavelmente do século XVIII, a Igreja da Estrela ou mesmo o popular Aqueduto. 

Mercearia Louvre Michaelense - O Louvre Michaelense era uma loja centenária e emblemática de Ponta Delgada. Depois de um período de decadência e posterior encerramento, renasceu em 2015 como loja de produtos regionais e cafetaria. O espaço foi renovado no respeito pela traça original, conservando toda a elegância dos tetos altos, das madeiras e da imagem da loja original. 


BOA VIAGEM!